Morreu um Homem Bom



Já tudo foi dito nós últimos dias acerca de Eusébio, falou-se da sua genialidade em campo, da grandiosidade das suas conquistas, da sua extrema humildade e humanidade. 

Não teria nada mais a acrescentar não fosse pelo dia que se viveu ontem em Portugal, um dia que vai ficar para a história.

Dificilmente existirá alguém que reúna tanto consenso como Eusébio. Todo o país chorou na sua despedida. Esbateram-se as cores clubísticas e partidárias na homenagem ao pantera negra. O adeus foi sentido.

Despedimos-nos do Rei no dia de Reis, mas viverá para sempre nas nossas memórias.
Até sempre Eusébio.